A Rosa apareceu
no canteiro seco e mal cuidado
Como isso pôde acontecer?
Pensou o anjo triste.
Sentiu que o Céu havia
lhe dado um sinal
e respondeu:
Eu daria a minha eternidade
se pudesse tocá-la,
pois é o mais próximo
do Paraíso que chegarei.
Em segundos, tinha a Rosa
e o efêmero nas mãos...

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Exibições: 93

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sueli Fajardo em 20 agosto 2017 às 23:47

Gracias, Iván. 

Comentário de Iván em 17 agosto 2017 às 5:51

Hermoso poema. 

Muy hermoso, Sueli. 

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço