Saudade

De Té

A minha saudade, baixa branda sobre mim

E não conhece, nem o tempo, nem a hora

Durará uma vida inteira ,até ao fim

Enquanto houver recordações ,na memória

A minha saudade, é reviver o passado

Aquele que me alegrou e fez feliz

Saudade é também expressão de fado

nostálgico, saudoso, que tanto nos diz

Viver a saudade, é feito pranto

Do tempo que passou, e não retorna

Saudade é poesia,  em breve canto

Me trás toda a magia, que me toma

Saudade, é irma do pecado e da beleza

Quanto nos amamos enlouquecidos´

Dos primeiros beijos, dessas certezas

e das promessas, que eram esquecidas

Saudade o o reencontro com o impossível... É um sentimento que me tira o sono

De Té Etelvina da Costa

Exibições: 46

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 7 setembro 2017 às 16:43

Este eu não conhecia  o que conhecia tinha as mesmas armas e ainda não encontrei na Itália é De Costa é o pais com maior numero de população com este sobrenome mas o Brasil tem este sobrenome motivado pela imigração . Sempre ao dispor.

 

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 7 setembro 2017 às 9:06

Acho que me enganei aqui nos brasões de armas mas com tempo vou por tudo certin

ho pois tenho-os no ficheiro 

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 7 setembro 2017 às 9:04

Muito obrigada caro senhor Valdomiro  vim dar uma volta á mina página e reparei no seu comentário fico imensamente agradecida e perdoe pois só agora reparei ... Um forte abraço da amiga . da Costa também . não sei se sabe que segundo os historiadores todos os da Costa têm a sua origem na descendência dos primeiros Sobrenomes Costa no tempo de D. Afonso Henriques eram fidalgos que a caminho da terra Santa ajudavam o nosso rei primeiro da conquista do nosso território aos Mouros ou morriam ou recebiam benesses pelo seu trabalho dai a primeira possessão de terras doação do rei se situa no Minho a quinta da Costa ainda hoje existe e mais benesses recebiam como titulos os da Costa estiveram sempre presentes como braço direito dos reis de Portugal pela sua valentia honestidade dos Costa que se diz serem gregos  gente de nome espalharam-se por portugal Itália e Espanha temos brasão de armas as insígnias são iguais nos tres países  O escudo de armas de Espanha aliás têm dois são avermelhados e se subscrevem com Acosta que é o mesmo que da Costa os da Itália fundadores da cidade Costa com o lago Costa um sobrenome muito conhecido na Itália é fundo branco não tem o da .... segundo os historiadores todos os Costas tem origem da mesma família e  se foram multiplicando  com tempo lhe enviarei os tres brasões de armas  com muito gosto .não me vou esquecer. um abraço .ja estive na cidade Costa em Itália e conheci em Portugal duas famílias Italianas cujo sobrenome era Costa ... tenho uma família amiga no Brasil também Costa originários da Itália ...envio-lhe a primeira quinta Da Costa .uma foto antiga o brasão de armas da Espanha a seguir o de Portugal este também é espanhol  falta  da Itália estou a ver se consigo apanhar..não consegui mas envio depois .um abraço

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 2 agosto 2017 às 14:16

 Versos sentidos... Realmente, a saudade tira o sono...

Belo poema!

Parabéns e Felicidades!

Beijosssssssssss

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 30 julho 2017 às 16:31

Muito obrigada fico sempre muito grata por um comentário sobre a minha poesia  melhor fico pois gostou digamos apreciou muito obrigada A saudade é genética nos portugueses, nasceu nas caravelas em alto mar, desceu dos bairros típicos da beira rio ,Saudade está na essência da alma portuguesa ..Meu poema pouco diz sobre o conteúdo desta palavra ..grandiosa . Farei mais gosto de falar e escrever sobre a saudade impregnando-a de lirismo....  Um  forte abraço 

Comentário de Valdomiro Da Costa em 30 julho 2017 às 15:31

Magnífico e maravilhoso poema amiga Etelvina, amei a saudade é um eterno firme em cartaz parabéns. Abraços e felicidades

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Autores em destaque - hoje 

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...