Ando devagar...

Lentos são os meus passos
Já não tenho pressa 
Já corri demais

==================

Percorri estradas apressadas
Não tinha tempo para o sol
Não batia papo com a lua
Nem contavam minhas estrelas.

========================

Sofria com as labaredas do meu dia a dia
Corria contra o vento sem assento
Deitava sobre o peso do cansaço
Nem mesmo os sonhos me acompanhavam

=============================

Hoje meus passos são lentos
Apaguei o fogo dos tormentos
Dentro deste presente momento...
Há espaços sem questionamentos

==========================

Eu corria muito...
Hoje tenho tempo
Já não corro mais.

Exibições: 45

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de SELDA MOREIRA KALIL em 12 agosto 2017 às 11:55

Queridas amiga 

Livita..Margarida e Miriam

Obrigada pelo carinho

Um prazer compartilhar com vcs estes momentos

Gde beijo meninas

Comentário de Miriam Inés Bocchio em 9 agosto 2017 às 15:50

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 8 agosto 2017 às 20:12

Lindo Selda. Eu me identifico com suas palavras.

Hoje meus passos são lentos
Apaguei o fogo dos tormentos
Dentro deste presente momento...
Há espaços sem questionamentos

Comentário de Livita Silva em 8 agosto 2017 às 18:34

Estou a gostar muito dos seus poemas Selda

Beijinhos

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...