AVESSO
Sou o avesso dos defeitos em meu berço
Faço e traço bem feito meus segredos
=============================
Se de frente,dou meu preço do avesso
Só um terço dos bens feito são  perfeitos
================================
Um avesso se bem feito é perfeito
Se trocar de lado certo, fica incerto
=================================
Se ficar do lado inverso, tudo certo
Sou o incerto dos mais perfeitos certos
=========================================
Sou a dança do mar, do sol e das estrelas em balanço
Acompanho a leveza do vento quando alcanço
=====================================
Persigo minhas sombras até debaixo d;água
A imensidão das palavras chaves brincam com nossas mentes
Fazemos delas a leveza de nossas almas dementes
Se a fé move montanhas vou até lá transformar-me do avesso.

Exibições: 73

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 24 setembro 2017 às 13:19

Belo poema Selda.

Comentário de Miriam Inés Bocchio em 20 setembro 2017 às 17:53

Comentário de Elías Antonio Almada em 17 setembro 2017 às 11:47

Comentário de Marcia Portella em 16 setembro 2017 às 15:51

Encantada com seu canto...Abraço

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço