Cegueira

De Té

Tropeçam seus passos

Na fria saudade

e seus chorosos olhos,

ninhos de piedade

fecharam-se na chama,

que os incendeava

Na escuridão da noite,

resplandece a luz de luar.

Como que a querer iluminar.

Esses olhos lindos,

que perderam a luz

de tanto chorar.....

De Té Etelvina da Costa

Exibições: 21

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 20 setembro 2017 às 15:46

Obrigada amiga Marcia o poeta por vezes extravasa sentimentos acutilantes ..  É uma honra o seu comentário  um beijo 

Comentário de Marcia Portella em 19 setembro 2017 às 19:34

Versos tristes e belos...Abraço

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...