Visão da paixão verso / reverso



De Té



Ânsias desordenadas,/ magia do veneno


Paixão voluptuosa,/ almas em tormento


Encanto que tolda,/ sufoca o pensamento


Intensos olhares ,/ num ousar inquieto





Desbravam-se corpos,/ em trilhos secretos



Sentimentos deleitosos,/ alucinados instantes



Segredos se guardam/ sussurrantes e vibrantes



Generosa doação ,/ desesperos constantes







Intensa fogosidade ,/vulneráveis quebrantos



Um céu de delicias ,/ num mar de tormentos



Enxurradas inundam /,murmúrios enlouquecidos



Enleadas fragrâncias /,sangram os sentidos





Despertam mil sonhos,/ em veneno perecidos


Delirante transmutação,/dolorosamente vividos



Suspiros anelantes /,exacerbação dos sentidos


Pode durar uma vida ,ou breves instantes



São as leis do coração, em paixões constantes



A libido tomando conta, dos actos delirantes



E atrás de si ,deixam na sombra, rastos frustrantes



DE Té Etelvina Da Costa

Exibições: 21

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 11 fevereiro 2018 às 21:32

Todo sentimento tem verso e reverso. A Poetisa guarda seus segredos e faz um delineamento no papel com magistral maestria.

Comentário de Elías Antonio Almada em 11 fevereiro 2018 às 3:55

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 10 fevereiro 2018 às 22:08

Muito obrigada meu caríssimo amigo e poeta que entende tão bem o que meu eu sentimental quer dizer este meu eu que me atormenta .. obrigada um forte abraço congratulo-me pela sua apreciaçã

Comentário de Elisiário Luiz em 10 fevereiro 2018 às 20:36

 

...amiga poetisa meus congratulações Preciosos tão teus surpreendentes e arrebatadores instantes,

.... Em que ao povoar premeia as suas estações! Fique Bem... Abraços!

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço