EL PARAÌSO

 

Caminaba por las calles de un pueblo fronterizo, era la primera vez que allí estaba y todo lo que veía a mi alrededor me llamaba la atención.

El pueblo está enclavado en el corazón de la selva, y sus casas de tipo colonial, techos de palmeras y otras con tejas rojas, techos a dos aguas predominan en ese lugar.

Las calles en desnivel con sus subidas y bajas eran la ruta de los aborígenes que llegaban con sus mercancías para vender a los turistas.

Allí encontré un gran crisol de razas que convivían sin diferencias. La armonía reina en el lugar y se respira tranquilidad. Elisa Barth-

Exibições: 58

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Elisa Barth em 14 março 2018 às 11:03

Estimado Jose Aurelio Medeiros da Luz :Ese PARAÍSO que descubro queda a 100 km. de TRES FRONTERA.

Aproximadamente a150km de Foz de Iguazù-Brasil.

Comentário de José Aurélio Medeiros da Luz em 14 março 2018 às 8:48

Cara Elisa: tocante texto; o verdadeiro El-dorado que procuramos há eras talvez seja essa imponderável sensação de comunhão e de partilha, passageiros que somos dessa bolinha de gude girante pelo cosmo. Abraço do j. a.

Comentário de Elisiário Luiz em 13 março 2018 às 15:17

 Por tanto quanto bem à circunstancias...parabéns Fique bem - Abraços!

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 13 março 2018 às 13:01

Eu também rogo. Nenhum luxo vale a pena sem paz e harmonia.

Comentário de Elisa Barth em 13 março 2018 às 11:32

Estimada Margarida Maria Madruga :Cuando llegué a la costa del rìo sentì miedo, pero al entrar y caminar hacia ese lugar, en donde solo se observa los ranchos como dicen los de las ciudades respirè paz.

Los pobladores sin máscaras me recibieron , me invitaron a sus casa , me invitaron con sus platos típicos.Un PARAÍSO.  No hay crímenes .Ahí simplemente hay una comunidad...Ruego que sigan asì.

Volveré !

Comentário de Elías Antonio Almada em 13 março 2018 às 10:07
Muito bom
Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 13 março 2018 às 10:05

Aos meus olhos ao ver a imagem, o espírito se aterrorizou.

Ao ler seu texto se surpreendeu. Que bom.

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço