Quando abro a minha janela,
Posso a brisa de outono respirar,
E vejo o que a natureza veio pintar,
Com as suas cores de aquarela.

Com o clima do outono no ar,
Procuro reparar nas coisas belas,
E vejo folhas verdes e amarelas,
E ainda aquelas frutas no pomar.


É o outono se mostrando na janela,
Onde a natureza tem o seu lugar,
Emoldurando sua arte tão singela.

Como um quadro para admirar,
Olho a paisagem linda pela janela,
É a beleza do outono que paira no ar.


(Sibylla Ignês Steuernagel)

Exibições: 28

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 2 maio 2017 às 20:48

P/Iván Santana

Saudações Iván!

Muito feliz ao ler as suas palavras, lindas, poéticas, agradeço imensamente pela sua presença e pela sua gentil atenção.

Que tenha bons dias e boas noites!

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 2 maio 2017 às 20:26

P/Lúcia Cláudia Gama Oliveira

Chegar aqui e encontrar um amável comentário, ah, como é bom!

Agradeço de coração! Beijos

Comentário de Iván em 23 abril 2017 às 20:14

Cuánta belleza, el otoño. 

Cuánta magia... 

Pincel de Dios aplicando tonos.

Pincel de Dios en eterno movimiento. 

Gusto de leerte, Sibylla. 

Un hermoso dedicado.

Que tengas buen día. 

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 23 abril 2017 às 15:08

 

Ah, o outono, sempre inspirador!

Folhas verdes, outras amarelas...!

Belo poema, querida Sibylla.

Bjsssss

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço