A Primavera – II

 

 

Vede como é bela a primavera florida

Árvores frutíferas, campos verdejantes

Vede como é belo, o primeiro amor da vida

Estampa-se a alegria, nos rostos radiantes

 

A primavera, vestiu sua túnica florescida

Para cobrir de graça a alegria esplendorosa

O nascer e o pôr do sol, a manhã garrida

Tornando a vida neste mundo cor de rosa

 

Houve-se o murmúrio das águas no riacho

Num arroubo prazeroso tudo em festa

Encanto, ostentação, luz e claridade

 

Na quietude mansa do prado e da floresta

As aves buscam acasalar com seus machos

Florescem as rosas, tudo é fertilidade !

 

Porangaba, 21/09/2012 (data da criação)

Armando A. C. Garcia

 

 

Visite meus blogs:

http://brisadapoesia.blogspot.com

http://preludiodesonetos.blogspot.com

http://criancaspoesias.blogspot.com

 

Direitos autorais registrados

Mantenha a autoria do poema

Exibições: 14

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Antonio Cícero da Silva em 11 novembro 2017 às 22:35

A primavera é linda... Seus versos são belos!!! Parabéns e abraços poetados!!!

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço