Amantes

Nós dois – quimera ilhota - um mundo assaz fecundo,

no qual relembro o amor - sereia enfim cativa,

por onde a mim propões sussurros num segundo,

por onde a ti segredo um tudo em paz altiva.

Nós dois - faustoso mundo - ilhota em mar profundo,

no qual velejo afoita - ousada e rediviva,

por onde em mim perfaz um sonho moribundo,

por onde em ti soçobro ao nada e sempre diva.

Nós dois - somente dois - ternura em cena virgem

de areia tropical. É qual deserto ardente,

sem ilusão futura... e os céus na dor se afligem.

Nós dois – somente dois - amantes caminhamos,

boêmias nossas mãos. E o mundo transcendente,

ao féretro do sonho... exibe dois estranhos.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

Cabo Frio, 31 de agosto de 2009 – 12h03

Reeditado em 4 de novembro de 2016 - 18h29

Fundo musical: Ernesto Cortazar. Eternal Love Affair

Exibições: 369

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 24 novembro 2016 às 9:26

Estou a ler os seus poemas detive-me neste soneto alexandrino de uma beleza que ultrapassa qualquer conceito do belo  do sentimento e do imaginativo . Profunda poesia despejo de alma embelezada por sonhos e recordações

 . Quisera eu ser poeta e saber dizer  sem pejo apenas transbordar meus sentimentos tão arrecadados . Obrigada Sílvia querida que eu admiro tanto . . A leitura que faço me anima a aprender mais  com uma poetisa extraordinário   abençoada. Meu carinho...     

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 5 novembro 2016 às 2:57

Estimado poeta e escritor Geraldo Coelho Zacarias,

Sou feliz, por merecer tua leitura e comentário, que tanto me honram!

Beijosssssssssss

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 5 novembro 2016 às 2:56

Querida poeta Vera Regina Cazaubon,

Tua leitura é uma honra e teu comentário muito importante, para mim.

Beijosssssssssssss

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 16 outubro 2016 às 12:49

É simplesmente um deslumbramento agradável e deleitoso, navegar ao sabor das ondas de teu tão doce versejar!...Há algo de místico e reflexivo que nos faz ler e reler; e nos deixar levar pela riqueza de palavras 

que nos revelam a imagem do teu poético-coração!...

Aplausos, cara poetisa-do-amor; aplausos e beijos fraternos.

Comentário de Vera Regina Cazaubon em 10 setembro 2016 às 1:23

Silvia estou encantada com teu soneto magnífico. Este verso é o tudo nos fragmentos "

ao féretro do sonho... exibe dois estranhos". Aplausos minha querida, beijokas com carinho.

 

 

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 28 agosto 2016 às 13:54

Estimado poeta e escritor Antonio Cabral Filho

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 28 agosto 2016 às 13:53

Estimado poeta e escritor Críspulo Cortés Cortés

Comentário de Antonio Cabral Filho em 24 agosto 2016 às 13:32

Obrigado pelo prazer proporcionado

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 24 agosto 2016 às 3:38

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 22 agosto 2016 às 21:29

Queridíssima Maria Iraci, não poderás também imaginar (ou poderás, talvez...)

o quanto aprofundaste meu coração com teu belo e sensível comentário...

Somos assim... poetas do amor, da paixão... e da saudade...

Beijossssssss

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Poema ao acaso...

PLATAFORMA LATTES

É possível registrar, para efeitos acadêmicos, os textos publicados no Portal PEAPAZ. Quando se realiza o login na Plataforma Lattes, do lado direito da tela aparece uma janela com a pergunta: "O que você quer registrar?" com a listagem dos tipos de publicações a serem registradas. Entre essas, consta: "Redes Sociais, Websites, Blogs", onde o autor deverá clicar. A partir daí abrirá uma janela, na qual se realizará o registro. É necessário preencher todos os espaços.

Badge

Carregando...
*