Suores se misturam... Seiva quente!
Olhares se declaram, namorados
Ameigam-se, são toques delicados
Em êxtase, volitam belamente

Aroma de paixão paira, envolvente
Entranha-se em cabelos desgrenhados
Despeja-se nos dois corpos marcados
Por rastros carmesins... Farta vertente!

A fúria incendiária consumida
Em calmos beijos pousa, recolhida
Provando a plenitude das quimeras

À meia-luz, felizes personagens
Das mais insanas, tórridas viagens
Na lassidão se aninham... Mansas feras!

Exibições: 17

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...