Calinas

Estou sempre afim de sentir paixão!'
Então, cavalgue e, siga comigo,
Abrindo o leito de favores.
Libertando meus gozos perversos.

Não importa quanto custa a genialidade.
Timbrando teu corpo na minha alma,
Quando vangloriáreis minhas coxas.
Pois, a sensatez, combina sentimentos.

Quero morder sua língua, escorregando-a!"
E mágico, quando nos aprisiona,
Nas melhores formas calinas dançantes.

Combinando uma boca na outra!"
Delícia, é ter algo sempre inventado.
Naqueles sonhos, que temos de amor.

Ednaldo F. Santos

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Ednaldo Florentino dos Santos em 10 agosto 2016 às 21:35

Obrigado Minha Amiga-Poetisa Sílvia Mota, é uma Honra!!!Felicidades...Abraços Meus

Comentário de Ednaldo Florentino dos Santos em 10 agosto 2016 às 21:35

Obrigado Minha Amiga-Poetisa Dione Fonseca, é uma Honra!!!Felicidades...Abraços Meus

Comentário de Dione Fonseca de Barros em 7 julho 2016 às 12:26

Que bom sonhar com quem amamos

Saudações 

Comentário de Sílvia Mota em 7 julho 2016 às 2:17

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço