Se não vens fico esperando 
Minha alma fica sangrando…
Vai-se arrastando numa guerra interior 
Que só eu consigo ver esta dor 
Não vez a minha dor…! 
Porque ela não faz o favor de te mostrar 
Este fervor esta luz apagada 
Que se torna muito amarga…!

Vou caminhando em passos lentos… 
No deserto, por caminhos muito incertos
Ao longe, bem longe, surge um sorriso 
Melancólico… enxergo um rosto feliz 
Com ar de imperatriz…!

Estendendo seus fortes braços… 
Com intuito de cuidar a minha dor…!
A pouca distância que nos separou fomos soltando 
Num dizer sem querer; palavras que quase não se ouviam!

Se alguém me perguntar por ti 
Respondo… não sei não a vi…! 
Só sei que não a esqueci… 
Tudo esvoaça, mas nada se ultrapassa…!

Só sei que és o Sol, que brilha noutro lugar…
Mas se me voltarem a perguntar…!
Respondo que és uma estrela
Que é possível vela…! 
Teu perfume desperta em mim um ciúme 
Que me faz enlouquecer … 
Por esta insanidade, vou acabar por te perder…!
Quantas vezes, não me perdoou, por ser como sou!

Olho e sempre vejo um “beija-flor” que mina a minha dor…! 
Existe sempre uma partilha que vai iluminando a escuridão
Mas no ar paira perigos que arrasam meu coração
Aquele fascínio que deveria perdurar não perdura!
Pelo contrário, faz um esforço para estragar…! 
E assim se vai perdendo o nosso melhor tempo de amar...!

Joaquim Moreira 
31-03-2014

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Joaquim Custodio dos Santos More em 2 abril 2014 às 7:36

Obrigado Ka Santos pelo teu doce carinho.... Beijinho!!!

Comentário de Joaquim Custodio dos Santos More em 2 abril 2014 às 7:36

Bom dia Obrigado Sílvia por me leres e pelo teu carinho... Beijinho!!!

Comentário de Ka Santos em 1 abril 2014 às 20:19

Ah o amor, sempre ele!!! Bom demais!!! Beijos Azuis poeta

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 1 abril 2014 às 14:17

Ah, quantas vezes o ciúme atrapalha o "melhor tempo de amar...!"

Teu poema reflete a imagem de um ser apaixonado, que sofre em nome do amor.

Beijosssssssssssss

Membros

Aniversários

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...