Centro

Irmão; não fique alheio,
eis o caminho do meio.
Pratique a meditação.
Equilíbrio em ação,
jamais foi religião.
Apenas inspiração.
Liberação, liberação.
Para a auto liberdade
não  se tem  carência
de idade,  tampouco,
vistosa aparência.
Aquele senhor
de brancas
barbas
nada
tem
com
isso
não.
Não somos seu joguete,
tampouco, marionetes
ao  léu  da  eternidade.
Meditação não é prisão
é  libertação  meu  irmão.
Somente pode-se ser livre-contente
habitando livremente a consciente mente
a  qual  deve  enxergar  a  verdade  de verdade
transparente, então que a liberdade de verdade

se apresente sem vaidade, todavia, sorridente.

jbcampos 

Que tal ser feliz apoiado no nada?

Exibições: 44

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Jbcampos em 6 abril 2018 às 11:23

Grato,  Elisiário Luiz pelas suas ponderações. Abraço do campos.

Comentário de Elisiário Luiz em 6 abril 2018 às 0:59

 Brilhante desassociar-se - primeiro Eu, segundo Eu e assim por diante cultuando o Eu...parabéns  Fique Bem!

Comentário de Jbcampos em 5 abril 2018 às 11:24

Cara Margarida, grato, pela sua ponderação. Abraços do campos.

Comentário de Jbcampos em 5 abril 2018 às 11:20

Caro Almada, grato sempre ao compartilhar de minhas modestas poesias. Forte abraço do campos,

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 4 abril 2018 às 18:35

As crenças são diferenciadas e isso é excelente, mas somos joguetes da nossa própria ignorância.

Comentário de Elías Antonio Almada em 4 abril 2018 às 16:32

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço