CHAGAS PURIFICADORAS

Ao desafiares as montanhas gigantescas,
Sangrastes os pés nas pedras afiadas.
Teu espírito ainda rebelde e imaturo
Castigou teu corpo com chagas bem marcadas !


Chagas benditas ! ....Chagas abençoadas !!
Que marcaram teu corpo, mas abrandaram tua alma.
Teu corpo, qual bandeira no mastro da vitória
Ouve agora os ecos do mar que se acalma !

Que importa a beleza singela da porcelana,
Que impressiona os olhos, mas preocupa a vida ?
Pois no leve toque das mãos descuidadas,
Perde-se na própria fragilidade, consumida  !!

Oh, Deus, eu Te agradeço com toda humildade 
O ferro com o qual a aquelas chagas se marcara,
Pois gemendo aquele corpo a dor que se ferira,
Com sabedoria e amor aquela Alma purificaras !!

Poesia dedicada á uma irmã ...

São Paulo, 23 de julho de 1977

Suely dos Anjos 

Exibições: 46

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Suely dos Anjos em 7 novembro 2017 às 23:12

  Grata  José Carlos Ribeiro 

Grata  Antonio Carlos Santos Rocha

Grata querida Rosalina Gonçalves Ramos Herai

GOSTARIA DE PODER AGRADECER 

A CADA UM DE VOCÊS, MAS NÃO VEJO 

ESPAÇO PARA MANIFESTAÇÕES 

PERSONALIZADAS .

UMA LINDA NOITE ! 

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 7 novembro 2017 às 15:50

Um poema divino, onde os sentido grita as magias, lindo

Comentário de Antonio Carlos Santos Rocha em 7 novembro 2017 às 7:54
Que lindo poema oração! Providencial alento...
Comentário de Rosalina Gonçalves Ramos Herai em 6 novembro 2017 às 23:49

É maravilhoso, que lindo! Boa noite!

Membros

Designers PEAPAZ

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço