CORES

 

Pintar-me-ei nas cores mais vibrantes,

Desfilarei nuances e tons na tela de teus olhos.

Notar-me-ás em todos os ocultos mistérios,

Escondidos desde a minha criação

Aos teus olhos cegos, ao teu pálido juízo.

Meu corpo, como aparição,

Ser-te-á a mais perfeita pintura,

La madona negra esculpida a carvão

Acesa em brasa à tua combustão...

 

Esquecerei teus frágeis votos de paz,

Invadirei teus flancos, tomarei os teus sentidos.

Até que, inglório em tuas lutas e remido,

Renda-te às forças igneas de minha sedução.

Mudarei os rumos de tua história e,

No falso abismo deste teu pudor, far-te-ei amor.

Clonarei minha imagem, nua e multicor, na tua memória,

Sem que possas deletar-me de teu coração.

 

Far-me-ei latente em tuas sinapses cerebrais,

Em teus sonhos quentes, como em termais.

No fundo de teu lago inconsciente,

Render-me-às teus insanos rituais

Em gestos profanos à minha pictoridade

Até que derrames em minhas cores quentes

Tua louca devoção, renitente e difusa

E te quedes, enfim sublimado,

Coberto de cores, tons e luz,

Ante a idolatria a esta tua musa.

 

By Nina Costa, in 08/04/2018

 

                                         

Exibições: 30

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Nina Costa em 29 abril 2018 às 16:16

Obrigada, queridos amigos poetas!

Grande beijo na pleura, no miocárdio e na epiderme a alma!

Nina

Comentário de Sílvia Mota em 27 abril 2018 às 20:08

Sensual. Belo. Forte.

Ao meu olhar, um encanto poético!

Parabéns e Felicidades!

Beijossssssss

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 22 abril 2018 às 23:25

Bonito poema Nina. Mais um.

Comentário de Elías Antonio Almada em 22 abril 2018 às 2:58

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço