A verdade é uma palavra composta por um triângulo. Ela habita o vértice e nos ângulos congruentes está o historiador e a história. Ele conta a história com a veracidade que a vê e quem escuta pode ter uma visão diferente, ou seja, cada um escolhe a sua verdade.

Desta forma ela não é universal, não é absoluta e, em muitos casos lhe é acrescentado o sufixo “in”, inverdade que não é uma mentira, apenas um prisma de olhar.

Em alguma situação todos nós faltamos com a verdade, às vezes para evitar atritos, outras para não causar mágoas, mas um semelhante, de alguma forma sofreu por uma decisão impensada.

É necessário autenticidade para expor o que se sente, o que se pensa, o que se faz tendo como alicerce a plena verdade, bem como, arcar com as consequências do que pode ocasionar, mas de qualquer forma, a verdade é necessária, para uma boa convivência familiar, social e profissional.

Exibições: 21

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 1 abril 2014 às 16:47

Parabéns, pela releitura do vocábulo "verdade"! Beijossssssssssss

Comentário de Vera Regina Cazaubon em 1 abril 2014 às 8:14

Bom dia queridas amigas Lais e Janete, agradeço o carinho dos comentários, beijokas

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 1 abril 2014 às 7:45

Procurar diferenciar o que se faz contente e o que se faz infeliz é prestar muita atenção em tudo o que nos torna mais felizes leves contentes desembaraçados no prosseguir

Belo tema!

beijo

Comentário de Janete Francisco Sales Yoshinaga em 31 março 2014 às 16:20

Com certeza a verdade é necessária,

e este seu texto belo e reflexivo nos ajuda a repensar sobre ela!

Parabéns querida Vera Regina por estar sempre nos trazendo assuntos que

atiçam o melhor do nosso interior e nos transformam em pessoas melhores!

Beijos

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...