De amor morrer

Na brisa quente do teu beijo doce
quando a luz fugia
pela tua boca,
tecendo sonhos como se tudo fosse
este desejo que
me deixa louca
nesta paixão de ardente fantasia.

Todos os meus jeitos e gestos indecisos
desfizeram-se
em sonhos e gemidos
na primavera de todos os teus sorrisos,
da tua boca
para os meus ouvidos.

Porem 
agora você foi embora,
perdi-me em todos os meus sentidos
nestas
ruínas de um entardecer
calando todos os meus fartos risos
que emudeceram para eu 
também...
de amor morrer.

SorrisodeRosas


Exibições: 24

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de LUCIA GUEDES (Lufague) em 11 maio 2017 às 1:34

Uma linda cantiga de amor!

Membros

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço