DELICADEZA DOS SONHOS

Na delicadeza dos meus sonhos
Escondo-me dentro da uma casca 
De um grande e imenso caracol
Refúgio de todos os meus sonhos

Talvez você sorria sem entender
Pouca me importa eu não ligo
Ali choro e guardo as lágrimas
Junto de todas tristes saudades

Devagar sigo como o lento caracol
Enquanto devagar me reconstruo
É quando leve um pouco só refeita
Saio em busca de novos horizontes

Devagar olho espreito tomo ciência
Do que acontece fora do meu caracol
Será mais um dia de espera só de você
E a noite sem ti volto a me recompor

Celi Romão

Exibições: 17

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 11 novembro 2017 às 10:55

Um magnifico poema que nos encanta, lindamente belo

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...