Dia do escritor

Saber-se vivo, saber-se com intensidade maior do que apenas existindo é saber-se consciente da sua condição humana e divina, ao mesmo tempo. É estar preparado para encarar a vida com mente e coração abertos e ter a medida do tempo que passou, que passa e que vai passar enquanto escrevemos. É dialogar com o passado e com o futuro sabendo que o presente só se corporificará quando o leitor ler aquele nosso texto pelo qual, pela realização do qual, perdemos o nosso presente, aquele que não existiu para nós, escritores, enquanto elaborávamos o tal texto. 
Nesse dia do escritor a AVL parabeniza todos os escritores – poetas, romancistas, contistas, cronistas e demais autores – que perdem (Perdem? Acho que ganhamos) parte de sua vida na labuta com as letras e nos fazem viajar e sonhar com mundos melhores e até piores do que o nosso e que sempre terão um lugar de destaque na nossa mente e no nosso coração. 
Um viva aos escritores!

Mauricio Antonio Veloso Duarte (Swami Divyam Anuragi)
Membro da Academia Virtual de Letras do Grupo Intenção e Gestos

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 9 agosto 2016 às 9:26

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 2 agosto 2016 às 6:46

Comentário de Maria Iraci Leal em 26 julho 2016 às 9:09

Mauricio Antonio Veloso Duarte

Parabéns pela maravilhosa homenagem, beijos MIL.

Comentário de Mauricio Antonio Veloso Duarte em 25 julho 2016 às 22:03

Muito obrigado Janete Francisco Sales Yoshinaga.  Paz e luz para você também. Boa noite.

Comentário de Janete Francisco Sales Yoshinaga em 25 julho 2016 às 21:01

Um VIVA aos escritores!!!

Parabéns pela homenagem bem elaborada  caro amigo Escritor Mauricio.

Muito reflexivo o teu belo texto...

Uma noite de paz

Beijos

© 2019   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço