Dom Sucesso

Não sou juiz,

nem a pena que apena;

porém, vou além, na justiça

pretendo ser mais alvo que 

o  branco  giz,  sem  dor,

pois, meu  protetor 

é  o  meu  Pai,

conhecido

por 

A

m

o

r

!

Olá pessoal, eu sou “humildemente”, Dom Sucesso,

venho diretamente do meu reinado, o Best-Seller

"O Sucesso A Cada Segundo", venho do nada,

do tudo, Leste, Oeste, Sul, Velho  Engenho.

do agreste Nordeste, sou muito sortudo.

Apresento-me   com  amor,  porém,

não posso  disfarçar meu valor,

aliás: Amor muito Profundo,

mas, por  não querer ser

o melhor desse velho

mundo não consigo

enganar meu leitor.

“Humildemente”; porque dependo

apenas  do  desejo  de felicidade

de  cada ser humano de verdade.

bem por isso minha tese defendo,

pois, dependo só de sua vontade.

Sou também o imperador invisível do mundo,

já que  meus súditos correm sofregamente

ao  meu  encalço. Sou  etéreo  e  exerço

influência profunda  na mente crente,

então rezo  meu ecumênico  terço

à personalidade de meus súditos,

pode ser o presidente de um país

de primeiro mundo, ou  país infeliz,

sobre   a   humilde   criatura   humana.

“À camaleão hermafrodita”, sou a própria

felicidade!  Habito  o  coração do ser humano

que  se   encontre  no  estado  de  graça.  Ratifico:

Estou no coração alegre, não importando a condição

social de cada um. Portanto, sou de fácil acesso.

Ora  sou mais, ora menos, ora sou parte,

ora  sou  sorte, ora  sou  pleno,

Sou:  Dom Sucesso

filho de Dom

Amor

mor.

m

a

i

o

r

.

Uma  exortação singela:

Não há sucesso belo,

sem O  puro Amor.

O resto é balela

é murcha flor

sem  elo!

Do livro Dom Sucesso Digital

jbcampos

Exibições: 59

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Jbcampos em 19 maio 2018 às 9:55

Obrigado, Elisiário, pela honrosa deferência. Abraço do campos.

Comentário de Elisiário Luiz em 19 maio 2018 às 2:03

 Muito bem caro amigo poeta admiro muito esse orgulho poético sempre presente...parabéns Fique Bem! 

Comentário de Jbcampos em 18 maio 2018 às 23:02

Sempre grato a você MARGARIDA pelas suas generosas considerações. Abraços do campos.

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 18 maio 2018 às 20:46

Estou no coração alegre, não importando a condição

social de cada um

Seus belos poemas estão no meu.

Comentário de Jbcampos em 18 maio 2018 às 15:39

Grato, Almada, pela apreciação. Abraço do campos.

Comentário de Elías Antonio Almada em 18 maio 2018 às 14:16

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço