Imagem Google.

ENTRE UMA E OUTRA...

 

São apenas palavras a persuadir

instigando o estro de um mero poema

Guardanapo de papel,

coisa pouca

Ora,

sem intenção alguma!

Envolvendo-se entre,

uma conversa e outra.

 

Cálidas notas de viola a fluir

repassando recordações,

agora soltas

Nuance onde se faz conferir

Entre,

uma música e outra!

 

Perfeita noite onde a inspiração

relaxa seu véu para que envolva,

legado atropelando nossas veias

Nessa sintonia entre,

uma irmã e outra!

 

Brindemos então ao poema

No torpor de toda essa magia

Pois quem sabe,

entre uma e outra...

Destaque em cena, audaz poesia!

Mônica Pamplona.

 

Exibições: 137

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 3 dezembro 2017 às 6:34

Belíssima letra para um compositor fazer brilhar a poetisa ..  por si só  a construção do poema admirável  faz da gentil poetisa uma estrela .na ribalta da magia  da poesia  ...Belo  belíssimo Tiro o meu chapéu e curvo-me perante a mestra bjos 

Comentário de Jaime A. em 1 dezembro 2017 às 22:41
Entre conversa, um poema lindo, cheio de ritmo.
Comentário de Paolo Lim em 21 novembro 2017 às 10:58

Aplausoooooooooooooooooos ! Original e belíssima inspiração. Bjs do discípulo Paolo.

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 20 novembro 2017 às 18:20

Muitíssimo bom seu poema Excelente melhor dizendo.. É leve, poucas palavras, perfeitamente coordenadas  em síntese Adorei sua forma de escrever São poucos os poetas, que em poucas palavras, conseguem atingir o objectivo da mensagem Entre umas e outras a visitarei .....beijos

Comentário de Filomena Azevedo Leite em 20 novembro 2017 às 18:06

Mônica, amei sua poesia, a forma de você escrever em versos

cadenciados e leves! E entre uma e outra coisa, deliciei-me com

o seu versejar! Bjs.

Comentário de Dulce de Souza Leao Barros em 2 novembro 2017 às 16:22
Excelente, Mônica Nunes Pamplona! Encantador! Bjos.
Comentário de Mauro Martins Santos em 2 novembro 2017 às 15:58

Uau! Valeu-me a pena demorar um pouco a achegar-me outra vez a ti. Que poesia mais linda, suave e ao tempo arrebatadora como vento que levanta quem se assenta no ócio das recordações. Ativa as veias rumo às lareiras que aquecem passado, presente e o porvir. Sinto-me diante de uma lareira sulista divagando "entre uma e outra"emoção. 

Obrigado inesquecível amiga Poetisa por esse momento de mansidão... Meu calor de irmão neste abraço sincero. 

Comentário de Vera Regina Cazaubon em 2 novembro 2017 às 12:39

Magnífico minha querida, surpreendentemente bela, beijokas com carinho

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 20 julho 2017 às 15:56

Entre uma e outra...encontrei essa perola!...
Aplausos cara poetisa!...Amei!...Aplausos e beijos fraternos.

Comentário de LUCIA GUEDES (Lufague) em 14 fevereiro 2017 às 2:21

A inspiração é um pequeno vírus bom, que nos instiga e por vezes,lindamente se agiganta. Belíssimo! 

Membros

Designers PEAPAZ

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço