Está na hora de revermos

a tudo o de mais importante

para se fazer cumprir as leis,

de igual teor para todos.

Sem se importar com quem,

a justiça precisa ser feita,

punir e corrigir aos errados

de qualquer que sejam

seus níveis ou profissões.

A justiça precisa prevalecer

e o certo, deve acontecer.

Tanto o mais abastado,

quanto o menos favorecido,

ambos estão abaixo das leis

e devem acata-las e respeita-las.

Que na realidade os culpados

devem pagar pelos seus deslizes

e assim, vivam as leis

e a real justiça...

Autor: Antonio Cícero da Silva(Águia)

Exibições: 18

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 30 março 2017 às 0:25

Um desabafo que se faz gritar, em todas as gargantas.

O poeta, também, não pode calar.

O desatino político está ficando insuportável, aos brasileiros.

Parabéns, amigo.

Bjss, fraterno.

Membros

Aniversários

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...