Estava eu passeando no bosque

Do outro lado estava você, de repente  eu te olhei

 Olhares se cruzaram, você  com aquele olhar fascinante direcionou-se a mim

Foi aquele momento que meu corpo sentiu você

Meu coração começou a pulsar de um jeito imperfeito

Não podia deixar de falar algo, te cumprimentei  senti aquele gostoso efeito

Aproximei-me  e lhe disse tudo bem

Ela  com palavras doce disse.,, sim; sim tudo bem,  e você

Subiu um algo dos pés a cabeça, confesso fiquei paralisado

Parecia aquele ser eu já ter amado

Um amor que nasceu dos instantes

Hoje somos seres enamorados apaixonantes

Constante vivo esse prazeroso amor

Com minha amada, linda flor

Irei para sempre, ama-la, vive-la , na felicidade, na tristeza  e na dor

Autor José Carlos Ribeiro

03/02/2018

Exibições: 178

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 5 fevereiro 2018 às 20:39

Bela declaração poética.

Comentário de Elías Antonio Almada em 4 fevereiro 2018 às 12:03

Comentário de Lilian Viacava Dama de la Poesía em 4 fevereiro 2018 às 0:15

Muito belo o seu poema Jose Carlos... gostei de ler

Comentário de Elisiário Luiz em 3 fevereiro 2018 às 20:43

Isto é harmonioso à mente por de mais um instante perfeito ....fique bem!

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço