Estranha união
Desejo responder às exigências
da tua imaginação
e levar-te ou acompanhar-te
aos infernos e paraísos
da nossa alma.Essa unicidade individual
dúbia e sensual
faz o amor egocêntrico
que nos martiriza,
esconder-se no pecado
da permanência.
E o estranho ódio da intimidade
fascina e aproxima.
Quero o assédio do romance,
mas o desejo incontido da ousadia
faz-me vadia sem culpas
ao teu olhar,
que às vezes só me quer menina...


Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 1989
Fundo musical: Enrique Chia Tú Me Acostumbraste Sin Ti

Exibições: 150

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 28 agosto 2016 às 15:14
Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 28 agosto 2016 às 15:11
Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 21 agosto 2016 às 7:17

Comentário de Maria Iraci Leal em 20 agosto 2016 às 23:36

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

Lindo demais, demais,

sempre me encanto ao ler-te,

parabéns querida Silvia, bjs MIL.

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 20 agosto 2016 às 21:36

PARABÉNS, QUERIDA SILVIA.

TEUS POEMAS SÃO SEMPRE LINDOS, ENCANTADOS.

 

 beijos, querida poetisa.            ARLETE.

Comentário de Marcia Portella em 20 agosto 2016 às 19:13

Essa, é uma das faces do amor dolorido mas, belo por ser amor e por ser poetizado.

Fundo músical perfeito.

Te abraço

Comentário de María Cristina em 20 agosto 2016 às 18:56

Bello poema de amor Maestra, es un gran gusto leerte siempre

Beijoos

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 20 agosto 2016 às 14:02

De estranho, mesmo, só o título; pois os desejos e atitudes são típicos

de quem ama e ama fervorosamente: ousada,

deixar-se extravasar no "pecado" (?) sem culpas!...

=============================

Mais uma vez, e sempre nos encantando com teu poetar sem par!...

Aplausos ousada-poetisa; aplausos e beijos fraternos.

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 15 março 2012 às 21:21

Belíssimo hino de amor!  Beijosssssssssssss

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 13 março 2012 às 1:45

Uauuuuuuuu!!!! Destaco:

"...ao teu olhar,
que às vezes só me quer menina..."

Maravilhosa poetisa!

beijossssssssssssss

Membros

Aniversários

Aniversários de Hoje

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...