Minhas fases são faces
que antes nunca tivera.
As assumo sem make-up,
boto fé e jogo a vera.

Ora bonito e folgado,
ora triste, meio apertado...
Mas não tergiverso no bailado:
- Mostro o que há prá ser mostrado.

Não acredito que a coerência
possa servir à felicidade.
Por isso mudo de máscaras
que são faces de minhas fases.

Exibições: 63

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 21 abril 2017 às 4:12

"Não acredito que a coerência
possa servir à felicidade."

Acredito que sim e, por tal motivo, busco-a sempre, sem máscaras. Essas, historicamente, sugerem falta de emoção. Provocante poema. Beijossssssssssss

Comentário de Paolo Lim em 20 abril 2017 às 22:32

Miriam Inés Bocchio mesmo atrazado, agradeço e me sinto feliz com sua presença. Bjs do Paolo.

Comentário de Paolo Lim em 20 abril 2017 às 22:31

Perdoe Lais Maria Muller Moreira por só hoje agradecer a força que me deu. Bjs do Paolo.

Comentário de Paolo Lim em 20 abril 2017 às 22:30

Maria-José Chantal F. Dias: Eita amiga especial ! Obrigado e um beijão do Paolo.

Comentário de Maria-José Chantal F. Dias em 20 abril 2017 às 15:12

Profundas faces das fases ...

Tal como a Lua, mas sem tergiversar no bailado da mudança! as emoções vêm e passam, mas o esqueleto é o mesmo! Não TERGIVERSA! 

Grande Poema!

beijos de poesiaaaaa e aplauso!

Chantal

Comentário de Paolo Lim em 31 março 2017 às 13:20

 Malu Silva : Muito obrigado pelas suas pertinentes palavras. Me honra tê-la aqui a tecer comentários sobre minhas linhas. Bjs do amigo Paolo.

Comentário de Malu Silva em 31 março 2017 às 11:50

 

Um belo poema. Creio que as mudanças das faces

estejam intimamente ligadas às nossas emoções.

Há quem nunca as terão!

 

Comentário de Paolo Lim em 22 março 2017 às 9:34

Um beijo agradecido, Mônica do S Nunes Pamplona. Paolo.

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 22 março 2017 às 3:20

Concordo.

A cada fase, uma face.

A única face que encara a todas as fases, é a "cara de paisagem". Mas essa face, somente serve para os alienados!

Ave, Paolo.

Parabéns, meu amigo.

Bjsss.

Comentário de Miriam Inés Bocchio em 7 março 2017 às 22:07

Muy buena reflexión Paolo.lo más importante no son las caras,sino el corazón!

Abrazos de Inesita

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço