Décima meridiana

 .

.

Sabiduría,  arte,  amar

sin excluir la “PALABRA”

.

La onomatopeya, MAR,

real  expresión verbal

 baja, sube, al recrear,

es un don, dado al mortal.

.

Cundo el conocimiento abra

el ánimo de coloquio

inconmovible su Eloquio

su culto lenguaje labra.

.

.

Dr. Rafael Mérida Cruz-Lascano

“Hombre de Maíz, 2009”

Guatemala. C. A.

 

Eloquio: . Habla

 

 

 

Décima meridiana,

La décima meridiana, estrofa de mi autoría, se divide en tres grupos. Consta de un dístico, un cuarteto serventesio y un cuarteto estrofa: AB.ACAC.BDDB; El ritmo primer verso agudo, inclina al cuarteto serventesio agudo y el segundo verso, llano inclina al “Cuarteto estrofa”.- La exigencia de su rima, acepta octosílabos y de arte mayor.

Exibições: 32

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 27 novembro 2017 às 14:56

O nobre poeta Rafael continua a nos surpreender!

Bravo!

beijos

Comentário de Elías Antonio Almada em 27 novembro 2017 às 3:23

Excelente, felicitaciones

Comentário de Rafael Mérida Cruz-Lascano em 26 novembro 2017 às 22:19

Agradeço a apreciação dessas cartas, a visita, o comentário e o destaque.

.

Muito obrigado Silvia Mota

Obrigado Margarida María Madruga.

.

.

Rafael.-

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 26 novembro 2017 às 20:31

Rafael,

Gostei da obra e das explicações. Sempre é tempo de aprender.

Comentário de Sílvia Mota em 26 novembro 2017 às 18:27

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço