Rascunho manto céu e sem queixume,

o som de harpa divina me acarinha.

Por revelar em verso o meu perfume,

levantam-se os heróis e sou rainha.

 

No imenso paraíso aberto em lume,

a luz do céu-luar é sempre minha.

Rascunho manto céu e sem queixume,

o som de harpa divina me acarinha.

 

Quão belo! Tantos sonhos de momento

enfloram no meu peito a luz-verdade...

Mulher em flor, olor - congraçamento!

 

Quão belo! Meu virtuoso pensamento

floresce sob a luz da realidade...

Amor, pingo de sol – contentamento!

São Paulo, 15 de janeiro de 2010

Reeditado em 13 de novembro de 2017 – 11h38

Exibições: 557

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Poeta Malume do Brasil. em 26 abril 2018 às 1:25

Maravilhoso soneto poetisa Silvia, nunca mais tinha visto ou lido um soneto tão belo e singelo quanto este, de uma ternura e doçura sem precedentes. Meus parabéns por mais uma rica obra de arte literária, que vem enriquecer o acervo de nossa nação.  Do amigo, poeta Malume do Brasil 

Comentário de Sílvia Mota em 21 abril 2018 às 23:53

Queridos amigos Margarida Maria Madruga e Elías Almada, agradeço-lhes os gentis comentários. É sempre uma grande honra tê-los como leitores. Beijossssssssss

Comentário de Elías Antonio Almada em 19 abril 2018 às 10:40
Muito bonito
Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 19 abril 2018 às 10:36

Lindíssimo Sílvia. Primorosa apresentação. Texto fascinante. Parabéns.

Comentário de Sílvia Mota em 9 abril 2016 às 21:53

Querida amiga, poeta e escritora Lais Müller,

Teu olhar poético, aguçado e carinhoso, ilustra com grandeza o meu poema.

Será que o mereço?

Beijossssssssssss

Comentário de Sílvia Mota em 9 abril 2016 às 21:50

Querida amiga, poeta e escritora Graça Campos,

Teu comentário traz Poesia e como sempre encanta e comove meu coração.

Beijossssssss

Comentário de Sílvia Mota em 9 abril 2016 às 21:48

Querida amiga, poeta e escritora Janete Sales,

Minh'alma sorri às tuas palavras generosas.

Beijosssss

Comentário de Sílvia Mota em 9 abril 2016 às 21:46

Estimado Críspulo Cortés Cortés,

Tua presença registra-se no meu coração, através do teu belo comentário.

Beijossssssssss

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 9 abril 2016 às 17:33

Inusitada florada ...e por dizer surpreendente...

Parabéns querida Mestra!

Bela tarde!

beijos querida

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 9 abril 2016 às 16:43

Flor Mulher... Mulher em flor, esplendor em versos de perfume...

Que encanto, querida Sílvia Mota! Beijossss

Membros

Aniversários

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço