Fuga do amor

               O tempo passa

               como passa tudo que eu tenho

               tudo que sou

 

Passa o tempo e com ele se perde a graça               

é a vida no franzir do meu cenho               

mas é tudo que tenho               

tudo que sou               

 

               A fuga fugaz

               na noite mal dormida

               padecer desta cruz

               um pequeno fulgor

               O apagar de uma luz

 

É o que faz sangrar a ferida              

e sorrir para a vida               

é o que me faz               

fugir do amor.               

SorrisodeRosas

Exibições: 48

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de María Cristina em 23 fevereiro 2018 às 22:41

Comentário de Paolo Lim em 23 fevereiro 2018 às 14:37

O tempo, o amor no tempo e a vida com os dois... Equação vivencial de múltiplas respostas. Eis uma das belas ! Parabéns !

Comentário de Elisiário Luiz em 22 fevereiro 2018 às 21:21

 Estarmos sempre no mesmo encalço Bem porque duvidamos de nós mesmos?

Parabéns belo empenho...fique Bem - Abraços!

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 22 fevereiro 2018 às 20:50

Muito bonito. Sempre fugimos e nos entregamos para algo que não devíamos.

Comentário de Elías Antonio Almada em 22 fevereiro 2018 às 12:51
Bom

Membros

Aniversários

Aniversários de Amanhã

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço