Não quero o tédio da manhã igual.
Quero vida, emoções comovidas,
esperanças até o final.
Abandono lembranças,bagaços de poemas,
insatisfações acumuladas, 
a pia quebrada,
e o gosto ácido das madrugadas.

Sou mero viajante vital,
meio missa e carnaval.
Não quero a dúvida que transborda,
o medo do grito que acorda,
a privada entupida,
passagem só de ida,
neuroses escondidas.

Quero um dia complicado,
encarar o trânsito engarrafado,
me livrar, sair do outro lado,
inteiro ou machucado,
não importa o resultado.
O chuveiro tá gelado,
o cano furado.

Quero encontrar novas trilhas,
observar as cercanias,
me fartar de novidades,
experimentar dificuldades,
rir das adversidades,
quebrar o velho liquidificador,
remendar o cobertor,
ser pleno de contradições,
inventar orações
e pagar as prestações.

Eu quero...

Exibições: 36

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Paolo Lim em 19 maio 2017 às 14:02

Mônica do S Nunes Pamplona: Meio urbano e suburbano, meus desejos por baixo dos panos... Bjs mestra ! Paolo.

Comentário de Paolo Lim em 19 maio 2017 às 14:00

Lais Maria Muller Moreira : Eita ! Como sempre uma aula ! Como eu gosto. Até me enrosco. Bjs para minha amiga querida. Paolo.

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 19 maio 2017 às 0:41
Bem declarasse, em teu poema, o poeta urbano que engrandece suas raízes e nem faz questão de de deixar as tribulações, da grande cidade.
Exímios versos, comprovam.
Confesso que me identifiquei, com mais essa tua grande composição.
Parabéns, pela beleza de obra.
Bjsss.
Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 18 maio 2017 às 18:09

Querer

verbo incompleto...repleto de insatisfações pessoais....

o que eu quero de fato?

resta saber...

noites insones devolvem a incógnita:

eu quero o quê?

será que seria o melhor pra mim?

o que eu quero , eu não sei!

quando descobrir te respondo....

beijos

Comentário de Livita Silva em 17 maio 2017 às 19:35

Paolo, vocês os poetas conseguem provocar sensações e quase nos poem a criar poesia ahaha.Eu não tenho geito para a escrita. Eu só entendo de imagens mas ás vezes lá sai um textozito fraco..mas a "culpa" é sempre do poeta ahahaha. beijinhos

Comentário de Paolo Lim em 17 maio 2017 às 19:33

Doce MARGARIDA MARIA MADRUGA : Seus comentários têm sabor de mel. Um beijo agradecido do seu amigo e fã, Paolo.

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 17 maio 2017 às 18:25

Olá Paulo,

Mais um belo poema.

"o gosto ácido das madrugadas" não deve ser tanto, pois você compoem versos doces.

Comentário de Paolo Lim em 17 maio 2017 às 17:21

Livita Silva: Fico literalmente honrado por saber que o poema lhe provocou tudo isso... Nós, os poetas, sabemos que nossas criações "acontecem" nos leitores. Eles que lhes dão vida e, de certo modo, as recriam. Assim, externo a honra de tê-la como co-autora. Bjs agradecidos do amigo Paolo. 

Comentário de Livita Silva em 16 maio 2017 às 23:30

Eu também quero...

A minha vida já foi assim..agitada.

Agora é mais paradita...e não gosto.

saudades de levantar ás 6 da manha ( contrariada, cheia de sono), correr para o autocarro para não chegar atrasada ao trabalho.

Saudades do atress do trabalho, dias bons, dias maus.

Saudades da saida do trabalho e me encontrar com os amigos para bla bla bla...conversas de café, rir...coisas com nexo..coisas sem nexo.

Saudades de sentir saudades de chegar a casa para abraçar a minha filha ainda pequenina.

Saudades da minha vida de solteira em casa dos pais ...eramos 14 á mesa, uma confusão. Discussoes, zangas, risos, boa disposição...de tudo um pouco.

Saudades do banho de agua fria e gritar:- mãe..o gás acabou!!!! E minha mãe responder:- Calma, já vais ter água quente. Põe a toalha para não teres frio!

Saudades dos gritos da minha mãe. Das zangas dos meus irmaos.

E no fundo...havia muito Amor entre todos.

-------------------------

parabéns Paolo, gostei muito do poema, fez-me regressar ao passado.

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...