Não tente,
me aprisionar,
impor suas regras,
vir com argumentos.

Nada disso irá me fazer recuar.

Sou como a água da nascente,
clara e transparente,
frágil na aparência,
forte na essência,

Sigo o caminho interno do meu rio,
o meu coração é o meu norte.

Sou como o fogo,
se tentar reprimir,
certamente irei explodir.

Se tiver a força respeitada.
irei aquecer,
unir,
transmutar,
ao invés de provocar uma queimada.

Rédeas não prendem,
a minha alma livre,
como um pássaro no céu.

Sou o grito de liberdade,
da conectividade,
com o meu Eu Maior.

Sou simples assim!

A natureza é a minha mestra,
ela é quem me ensina,
me faz feliz e fascina!

Meu sentir está além,
das palavras e discussões,
é o meu elo com o divino.

Quando quiser ser ouvido,
volte-se para dentro de si mesmo,
e lembre-se de que somente você,
é dono de si mesmo,
e por mais que isso possa incomodar,
aos que tentam te limitar,
em sua mente e coração,
apenas você pode mandar.

Elza Ghetti Zerbatto

imagem: www.osmais.com

Exibições: 11

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA segunda-feira

Esplêndido Elza.

Comentário de Elías Antonio Almada domingo

Comentário de Sílvia Mota sábado

Somos os senhores das nossas ações e os únicos responsáveis pelos resultados delas provenientes.

Mensagem poética relevante.

Parabéns!

Beijossssssssssss

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço