Foto pessoal, 2009.

Heresia do amor

Eu canto o amor! O amor, tão loucamente, quero!

Fascínio e colibri, teu verbo em mim cativo,

faz jura do pecado. Incandescente fero,

jaguatirica fêmea, o verso assim cultivo.

Eu canto o amor! O amor, tão loucamente, quero!

Às fragas do infinito, um frenesim altivo

desliza ao triste fado. Instigo anil bolero,

que danço entrecortado a um pranto sem motivo.

Em meu candente beiço há beijo e só tormento.

Se burlam versos meus, sacrário vil - expiro,

cavalgo à luz do sol, sou flor sutil - lamento!

Infrinjo as leis da paz, sou hóstia do momento.

Anseio um louco amor, traduzo-me em suspiro

e a súplica do orgasmo exaro ao firmamento!Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

Cabo Frio, 4 de março de 2010 – 7h4

Reeditado em 10 de dezembro de 2016

Fundo musical: ♥Diana Krall. The Look Of Love♥

Exibições: 206

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 20 janeiro 2017 às 19:28

Esta heresia do amor me fez pensar muito .  Belo poema ...belíssimo  Parabéns  .bjo. 

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 4 janeiro 2017 às 9:33

Estimado amigo, poeta e escritor Paolo Lim

Receber tua visita enfeita o meu coração.

Teu comentário enobrece minha poética.

Beijosssssssssssssss

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 4 janeiro 2017 às 9:29

Estimado amigo, poeta e escritor Geraldo Coelho Zacarias

Uma honra, receber teu comentário generoso.

Beijosssssssssssssssss

Comentário de Paolo Lim em 27 dezembro 2016 às 18:44

A força de seus versos, universais e diretos, instigam sentimentos, reportam bons momentos, lamentos e provocam. Para mim são aulas de encantamento... Bravoooooooooooo! Bjs do Paolo.

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 25 dezembro 2016 às 17:38

"...A súplica do orgasmo exaro ao firmamento!..."===========================
Heresia, seria não fazê-lo; pois o "fruto proibido"; não estava no meio do JARDIM; por puro acaso"...============================================================
É maravilhosamente encantador ler-te, cara poetisa!...Fazes jus ao nome que adotaste: POETISA DO AMOR E DA PAZ!...Aplausos e um FELIZ 2017.

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 14 dezembro 2016 às 19:35

Queridíssima amiga, poeta e escritora Arlete,

Quanta felicidade, ao ler teu comentário generoso!!!

Saudades...

Beijosssssssssss

Comentário de Arlete Brasil Deretti Fernandes em 12 dezembro 2016 às 23:19

Querida Silvia.

Parabéns, querida poeta

Soneto de amor muito belo! Lindo!

Eleva-nos inteiras, pairando no ar.

Beijos da Arlete.

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 11 dezembro 2016 às 20:33

Querida amiga, poeta e escritora Dione,

Ainda bem que o eu-poético não se confunde com a poeta... kkkkk

Beijosssssss

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 11 dezembro 2016 às 20:32

Querido amigo Críspulo,

Tua visita é uma honra, para mim.

Beijossssssssssss

Comentário de Dione Fonseca de Barros em 11 dezembro 2016 às 18:04

anseio um louco amor... acho que é o sonho de todas mulheres algo que alucina e provoca toddas as ceulas.

 Lindo

 Que viva este amor

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Poema ao acaso...

PLATAFORMA LATTES

É possível registrar, para efeitos acadêmicos, os textos publicados no Portal PEAPAZ. Quando se realiza o login na Plataforma Lattes, do lado direito da tela aparece uma janela com a pergunta: "O que você quer registrar?" com a listagem dos tipos de publicações a serem registradas. Entre essas, consta: "Redes Sociais, Websites, Blogs", onde o autor deverá clicar. A partir daí abrirá uma janela, na qual se realizará o registro. É necessário preencher todos os espaços.

Badge

Carregando...
*