Eu sou fã do Hoje.

Hoje - é meu dia.

Acordei e vi que era hoje

Mais uma vez.

Alegrei-me! 

Vamos trabalhar,

Realizar o que sonhei.

Sou ativista

Nem sei de quê.

Mas não paro

E não me canso.

Sou imediatista renitente.

Algo não deu certo?

Faço de novo

E de novo faço.

Se hoje é hoje,

Então eu tenho tempo

E faço o que me apraz.

Obstáculos me incomodam

Mas não me intimidam.

Persigo-os sem pressa.

Vou vencendo paulatinamente.

Ainda é hoje?

Então há tempo.

Hoje é meu tempo!

(Novembro 2016)

Este poema faz parte de uma Antologia "III Coletânea Viagem pela Escrita", Editora PoeArt, Volta Redonda RJ, 2017, p.70.

Exibições: 8

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...