Convém que aproveitemos a paisagem
As brisas agradáveis, comprazentes
A maciez dos campos, as correntes
Que inundam de beleza essa viagem

A turbação nos traz aprendizagem
Que fiquem as lições em nossas mentes
Se as dores das pelejas são pungentes
Mais saborosa a glória tem passagem

Viver é derramar risos sofrendo
É prantear louvando as alegrias
É palmilhar jardins, rudes desertos

Se os temporais nas trilhas são incertos
Sorvamos das manhãs as sinfonias
A vida celebremos... É tremendo!

Exibições: 8

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...