Sou assim...

Diferente de ti...

Sou feita do fim...

Leio e releio...

Começo, meio e sim...

Lamento... Julgo...

Erro... amo...

Mesmo até os confins...

 Sou assim...

Diferente, mas com o mesmo sim...

Renasço a cada instante... Para os corações afins!

PEAPAZ

13 / 07 / 2013

Cláudia Gama

Exibições: 171

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 18 março 2016 às 20:48

          Agradeço sempre!

            Bjsssssss

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 18 março 2016 às 15:20

Que bela reflexão poética!

O recomeço no fim...

Beijosssssssss

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 18 março 2016 às 15:12

Que linda! Beijosss

Comentário de Marcia Portella em 18 março 2016 às 15:08

Relendo encantada...Te abraço

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 18 março 2016 às 12:03

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 16 agosto 2013 às 1:58

Obrigada Marcia Portela!

Beijossssssssss

Comentário de Marcia Portella em 15 agosto 2013 às 9:37

Linda!!........bjus

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 17 julho 2013 às 18:55

Uma honra tê-los aqui.

Beijosssssssssssss

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 16 julho 2013 às 1:47

Poesia trazendo tuas digitais.
Em tuas linhas expressas bem o teu ser.
Estupendo Claudinha!
Bjssss no coração

Comentário de LUCIA GUEDES (Lufague) em 15 julho 2013 às 22:11

Quando principio já somos começo do fim. Para muitos o fim é uma conclusão, um remate, ou um grande propósito. Bela reflexão poetisa. 

Carinho, Lu 

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...