Sou assim...

Diferente de ti...

Sou feita do fim...

Leio e releio...

Começo, meio e sim...

Lamento... Julgo...

Erro... amo...

Mesmo até os confins...

 Sou assim...

Diferente, mas com o mesmo sim...

Renasço a cada instante... Para os corações afins!

PEAPAZ

13 / 07 / 2013

Cláudia Gama

Exibições: 172

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 18 março 2016 às 20:48

          Agradeço sempre!

            Bjsssssss

Comentário de Sílvia Mota em 18 março 2016 às 15:20

Que bela reflexão poética!

O recomeço no fim...

Beijosssssssss

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 18 março 2016 às 15:12

Que linda! Beijosss

Comentário de Marcia Portella em 18 março 2016 às 15:08

Relendo encantada...Te abraço

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 18 março 2016 às 12:03

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 16 agosto 2013 às 1:58

Obrigada Marcia Portela!

Beijossssssssss

Comentário de Marcia Portella em 15 agosto 2013 às 9:37

Linda!!........bjus

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 17 julho 2013 às 18:55

Uma honra tê-los aqui.

Beijosssssssssssss

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 16 julho 2013 às 1:47

Poesia trazendo tuas digitais.
Em tuas linhas expressas bem o teu ser.
Estupendo Claudinha!
Bjssss no coração

Comentário de LUCIA GUEDES (Lufague) em 15 julho 2013 às 22:11

Quando principio já somos começo do fim. Para muitos o fim é uma conclusão, um remate, ou um grande propósito. Bela reflexão poetisa. 

Carinho, Lu 

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço