Meu lindo garoto de quatro patas e doces olhos cor de mel.

Meu menino arteiro e amado que cuidei desde que cabia inteiro em minha mão.

Na pior hora de minha vida foram tuas artes e as de teus irmãozinhos que me fizeram sorrir diante de tanto encanto. Por não querer me afastar de vocês aqui permaneci e fiz outro ninho onde hoje só restei eu e meus outros anjos de tua raça e os novos que chegaram. Não percebi que teu coração estava doente, embora colocasse vocês em um importante lugar em minha vida. Foste, subitamente, e não te vi fechar os olhos, mas tua morada continuará junto de mim.

      Meu coração chora por ti. Que São Francisco te acolha e te deixe correr livre no céu junto de tua mãezinha.

Isabel C S Vargas

12.11.2O15

Exibições: 47

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Isabel Cristina Silva Vargas em 28 dezembro 2015 às 0:58

GRACIAS, IVAN,UM ABRAZO,

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço