Em ti verto desejos indomados
Revolto temporal te varre inteira
Rajadas de paixão, viço e cegueira
Açoitam corações enamorados

Ateiam nossa lúbrica fogueira
A troca de murmúrios, os agrados
Maravilhosamente atordoados
Entramos em gostosa brincadeira

Banhados por fantásticas torrentes
Deixamos sem saída os inocentes
Perdidos em fagueiros labirintos

Se estamos juntos, flor, há completude
Um sentimento pulsa em plenitude
Cedemos ao convite dos instintos...

Exibições: 14

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço