O que mãos de poetas escrevem,
Nem sempre é apenas ficção,
São coisas que saem do coração,
Dele jorram sentimentos que não se retém.


Palavras que na poesia se unem,
E o poder de ação de cada mão,
Lideradas pelo coração e razão,
Revelam tudo o que a alma contém.



Mãos impulsionadas pela sua emoção,
Descrevem o tema que a poesia tem,
Com palavras que vem de sua inspiração.

Brotam as ideias e as palavras vem,
Entrega-se, escrever é a sua paixão,
Nascem as poesias nas mãos de alguém.
(Sibylla Ignês Steuernagel)

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 20 dezembro 2016 às 0:12

Para Críspulo Cortés Cortés

Agradeço imensamente a sua presença, deixando aqui  suas felicitações e o seu  gentil comentário.

Cordialmente, Sibylla

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 15 dezembro 2016 às 7:29

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço