Memórias

De Té
Naquele dia recordo como vinhas
Avivaste-me a memória de visões
Como se fossem bandos de andorinhas
Anunciando a primavera de emoções

Meu sentimento aqueceu meu coração
Enchendo o meu corpo de ternura
Dos pinheirais eu absorvia a doação
Do odor da seiva que perdura

O vento anunciava tempestade
Teus olhos de bonança me aquietaram
Fixando-se nos meus que em alvoroço

E de carinhos teus precisados
Que perduravam em meu coração
Nunca esquecidos de afectos teus.


De TÉ Etelvina Costa´´20.04.2017

Exibições: 11

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Nieves Merino Guerra 6 horas atrás

La imagen puede contener: texto

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Poema ao acaso...

PLATAFORMA LATTES

É possível registrar, para efeitos acadêmicos, os textos publicados no Portal PEAPAZ. Quando se realiza o login na Plataforma Lattes, do lado direito da tela aparece uma janela com a pergunta: "O que você quer registrar?" com a listagem dos tipos de publicações a serem registradas. Entre essas, consta: "Redes Sociais, Websites, Blogs", onde o autor deverá clicar. A partir daí abrirá uma janela, na qual se realizará o registro. É necessário preencher todos os espaços.

Badge

Carregando...
*