Era um baile de inverno...
Salão enfeitado com flores,
Se dançava somente em pares,
Elas de vestido e eles de terno.

Lembro que meu par era um galã,
Entre as flores, uma delas ele tirou
E gentilmente a flor me ofertou,
Seu gesto cativante me fez sua fã.

O encanto daqueles momentos
Tinha um lindo fundo musical
E fazia transbordar os sentimentos.

Na vida tudo passa, nada é eterno,
Mas as flores de inverno permanecem
No cenário das memórias de inverno.

(Sibylla Ignês)

Exibições: 34

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 2 agosto 2016 às 13:47

Para:

Críspulo Cortés Cortés

Estou muito feliz pela sua presença e pelo comentário em um lindo cartão.

Muito, muito obrigada!

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 2 agosto 2016 às 6:23

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 2 agosto 2016 às 0:20
Para Maria Iraci Leal, meus sinceros agradecimentos pelo seu gentil comentário.
Comentário de Maria Iraci Leal em 1 agosto 2016 às 22:41

 Sibylla Ignês Steuernagel

Um poema adorável,

parabéns poetisa, bjs MIL.

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço