***
Num viver de muito amor,
O romance que vivemos,
Sem meios termos e repleto de verdades...
Sobrando amor e saudades,
De um tempo em que podíamos
Ate fazer sacrifícios,
Mas tínhamos felicidades...
E quem vai me proibir de te amar?
Podem ate tentar,
Podem ate empecilhos se adiantar,
Podem ate obstáculos se colocarem,
Mas eu ainda os sei ultrapassar,
E no meu modo de ser e viver,
Eu sei que posso sim,
Muito ainda, mesmo que com dificuldades,
Sonhar e te conseguir de volta
Aqui ao meu lado,
E muito ainda te amar
***
Dely Thadeu Damaceno

 

Exibições: 37

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Antonio Cícero da Silva em 27 outubro 2017 às 22:22

A esperança é a última que morre. Escrevestes com segurança e profundidade, quanto a tema tão lindo... O amor...

Comentário de Dely Thadeu Damaceno em 7 abril 2017 às 23:12

Grato meus amigos!!

Tiram-se todas as coisas do ser humano,mas nunca a esperança...

Comentário de Sandra Galante em 7 abril 2017 às 19:50

Que linda esperança...Parabéns!

Comentário de Paolo Lim em 7 abril 2017 às 19:05

Belíssima declaração confessional em forma de poema esmerado. Bravooo !

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...