A gente foge da onça,

se abriga do temporal,

faz dieta, exercita a dança,

escapa do trânsito - é normal.

A gente foge com medo,

escolhe o que é mais saudável,

opta por acordar cedo

e prefere o que nos é mais amável.

A gente foge da intriga,

controla nossos desejos,

evita uma boa briga

mas não escapamos de nós mesmos.

                                               Piratininga - Outono - 2014

Exibições: 72

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 10 abril 2014 às 0:49

Grandes verdades em teu poema.

Pode-se fugir de tudo, menos de si próprio.

Bravosssss

Bjsssss

Comentário de Ka Santos em 1 abril 2014 às 20:14

Fugir, sonho de alguns, medo de outros... Bom demais, como sempre - aliás!!!!!! beijos azuis menino que brilha!

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 1 abril 2014 às 13:59

É preciso agir com precisão, sempre! Assim, não haverá motivo para fugir de si mesmo. Belo poema, que leva à reflexão. Beijossssssssssssss

Comentário de Mariangela Nunes Pamplona em 1 abril 2014 às 12:17

Uiii, esse poema faz a gente refletir!!! Nunca conseguimos escapar de nos!!!

Bjusss na alma!!!

Comentário de Lais Maria Muller Moreira em 1 abril 2014 às 7:28

O que fazer para fugir do banal? Seria talvez se consolar que a canção que brota veio para ficar. Se entoar é confabular consigo sendo seu próprio amigo e baixar as tristezas para os cantos pois onde não convivem alegrias os desencantos se fazem companhias que não são elegantes

Belo poema Paolo cantando o melhor da vida!

beijo

Comentário de LUCIA GUEDES (Lufague) em 1 abril 2014 às 2:08

Mais uma ótima reflexão,Somos nossa única fiel companhia até o final rsrsrs

Comentário de ROSEMARIE PARRA em 31 março 2014 às 20:34

Comentário de Waulena d'Oliveira Silva em 31 março 2014 às 20:29

Nunca escapos de nós mesmos, não é Poeta ?...  Nem precisamos de espelhos ...

mesmo quando conseguimos disfarçar  e fazer de conta que não pensamos isso ou sentimos aquilo, nalgum momento a verdade grita no fundo de nosso coração...

Bjs Paolo !!   Wau

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...