É Natal

 

No céu uma estrela anuncia

Com um brilho diferente

Passando por todo oriente

Avisando a vinda do Messias.

É natal

Nasce um menino, na estrebaria

Deitado Sobre palha e feno

Assim se cumpriu a profecia

Pela chegada do Nazareno.

É natal

Jesus sorri e a todos contagia

Trazendo ao mundo uma lição

A bondade, o amor e o perdão

Aos humildes, da conforto e alegria

É natal

Deus vindo do céu com amor

E os anjos cantando melodias

No coro sublime ao salvador

Trazendo para alma alforria

É natal

As ruas iluminadas pelo universo

No sorriso do homem Pelegrino

Pra mudar do homem seu destino.

É natal

No consolo dos aflitos

Na esperança e nos clarões do arrebol

 é meu alimento na aurora e no por do sol

Será sempre NATAL

Fátima Galdino

Exibições: 32

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Maria Fátima Galdino de freitas em 20 dezembro 2011 às 11:29

Grata jorge pela tua presença em meu poema,aproveitando e te desejando um natal recheado de carinho e junto envio mil beijos vindos da minha Fortaleza bela.Fátima Galdino

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...