O outro lado da questão

De Té

Compreendo meu amor . Qual é a tua indecisão!.

Só o que eu não entendo, porque não compreendes!

A minha a resistência , perante tua incompreensão!

De que foges meu querido, porque esse retraimento!

Acaso me queres dizer, mas coragem tu não tens!

Que todo este bem ,que a ti ofereço tem um preço!

Por isso essa frieza , essa obstinação Recebe este bem !

Não temas não há razão, o que ofereço não tem preço !

Dinheiro não é pagamento, não o recebo de ninguém!

Quando entrego meu coração vai com ele uma etiqueta!

E que diz palavras simples, três palavras apenas, Porém

São de bom entendimento, uma referencia apenas “te quero bem”!

E se meu querer te convence , porque esse retraimento!

Eu não te quero convencer , tens o teu discernimento!

Podes ficar à vontade, sou de bom entendimento!

Respeito tuas referencias e aceito tua opção!

Apenas lê minhas letras,minha voz conciliada!

Dou-te tudo o que tenho , o que tenho no coração !

De Té Etelvina Acosta

Exibições: 19

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Críspulo Cortés Cortés em 21 janeiro 2017 às 14:41

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço