O outro lado de mim

De Té

Metade sou jasmim, metade um roseiral

Metade sou amor, metade enamorada

metade me dou inteira, na outra acautelada

Metade sombreada, metade luz do dia.

Metade sujeição, metade ergo a espada

Metade sou tristeza, na outra alegria.

Metade sou perdão, metade esqueço a maldade

Metade ilusão, metade .lucidez

Metade sou esperança, na outra nunca acaba

Metade afectuosa, metade sou assim mesmo

Metade uma criança, metade mulher feita

Metade dou um beijo,na outra mais os desejo.

Metade sou rochedo na outra metade amparada

Metade sou silêncio, e na outra não fico calada

Metade solidão ,metade liberdade

Metade sou perfeita, na outra inacabada.

Metade me conheço,e mais não me diz nada

Metade choradeira , na outra alma confortada

E agora quem sou eu?.

Quem estes versos escreveu,

De Té

Exibições: 31

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 12 junho 2018 às 14:25

Veja também:

https://www.facebook.com/groups/poetaspeapaz/

Té,

Quero ver você no BAB - BELAS ARTES BELAS. Não posso deixar de ler essas maravilhas. Beijinhos.

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 12 junho 2018 às 14:20

MARAVILHOSO.

Comentário de Elías Antonio Almada em 10 junho 2018 às 20:00

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço