Ser poeta é abstrair-se da realidade cotidiana

Retratando-a com toda a pontualidade.

 

Ser poeta é viver o antagonismo das relações

que os permeiam e as próprias frustrações.

 

Ser poeta é fazer do feio,

O belo;

É enxergar o belo no feio;

É fazer do belo, o mais belo.

 

Ser poeta é estar em cima do acima,

É olhar para a vida como outra dimensão,

É fazer de cada instante,

Uma nova emoção.

 

O poeta, nem sempre está conectado com a sua realidade,

Nem sempre é compreendido em sua contemporaneidade,

Mas quase sempre deixa em sua obra uma marca que o marca,

Que perfaz e refaz-se a cada

Nova geração.

 

O poeta traz consigo a procura

Insaciável por algo a fazer,

Traz consigo, as angustias e

decepções de sempre querer;

Os desejos e a esperança que se expressam

na mais pura forma do escrever.

 

A vida de um poeta é assim,

Igual a de qualquer membro da sociedade.

A grande diferença que se estabelece é

a forma pelo qual ele encara a vida,

Transforma a vida, vive o admirável...

O exclusivo, o único, o especial.

Produz emoções, constrói soluções.

Faz da vida, um sonho,

Um belo sonho

Faz do sonho, a vida;

Uma bela vida.

Faz do mundo, seu mundo.

Um belo mundo!

 

Nós admiradores incansáveis

Destas representações,

Temos a nobre tarefa

De perpetuar o universo literário;

De ver em cada dia,

Um novo dia;

Fazer da vida...

Poesia.

Ou ainda, quem sabe...

Ser um louco poeta!

edsonmat

Exibições: 38

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 3 abril 2017 às 3:19

Comentário de Miriam Inés Bocchio em 23 março 2017 às 21:36

Hermosas y muy acertadas palabras has plasmado edsonmat!!!

Abrazos poéticos de Inesita

Comentário de Elías Antonio Almada em 22 março 2017 às 2:47

Comentário de Eri Paiva em 21 março 2017 às 20:14

Edson

um bonito poema que gostei mesmo!

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 21 março 2017 às 17:25

Considero o texto aqui apresentado, prosa poética bela e sensível.

Parabéns e Felicidades!

Beijossssssssss

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...