A poesia meta/física/mente é livre, é linda!

Seus cabelos são azuis como a imaterialidade
Seu olhar de sutilidade, amarela atenção,
O próprio esforço d’alma.

Seus lábios cândidos irradiam verbosidades,
Estilos, xucrices ou fluências...
Seu sorriso carmesim é um sorvete
Melodioso de amoras.

A sonoridade rítmica de suas mãos acaricia,
Os anjos, os céus, e os adjetivos
Suas unhas cravam o silêncio,
Mas nunca chegam a ferir;
Não produzem inimizades, enredos, mexericos.

Seu espírito suprasensível, usa salto
Agradavelmente diz o que quer,
Fala da vida, do amor, dos desalentos
Para bem ouvir galantarias...
Alimenta-se de tâmaras frescas,
... E só as mais fortes sobrevivem.
Lufague

Exibições: 60

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sílvia Mota em 3 abril 2017 às 3:33

Comentário de Miriam Inés Bocchio em 23 março 2017 às 21:54

Comentário de Maria das Graças Araújo Campos em 22 março 2017 às 11:21

Que delícia de alimento tua poesia sensacional, querida amiga poetisa, Lufague! Bjssssssss

Comentário de Mônica do S Nunes Pamplona em 22 março 2017 às 3:37

Brilhante composição, querida.

Uma beleza de poema a engrandecer a poesia.

Parabéns.

Bjssss

Comentário de Eri Paiva em 21 março 2017 às 16:42

Lúcia!!!!

Comentário de Paolo Lim em 20 março 2017 às 18:26

Muito original, criativo e profundo o seu poema. Parabéns amiga ! Bjs.

Comentário de Elías Antonio Almada em 20 março 2017 às 14:20

Comentário de Sílvia Mota em 20 março 2017 às 11:13

Que beleza, o teu poema!

Lirismo encantador, além de uma grande verdade:

",,, E só as mais fortes sobrevivem."

Parabéns e Felicidades!

Beijosssssssssssss

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 18 março 2017 às 5:17

  Que beleza de criatividade!

  Adorei, Lú.

  Bjssssssss

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 16 março 2017 às 13:30

É um universo onde as palavras se transforma em ação movida pelos sentimentos

Membros

Designers PEAPAZ

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço