O vento e o Amor

Quando o vento desfolhou as minhas alegrias

e pela sua força ele as segurou no ar

seu zunido era uma fúnebre sinfonia

chora a tristeza que esta a me sufocar

 

O vento danado mudou tudo que havia

em meu coração que apenas queria amar

e agora perdido em uma terra fria

sou passarinho que não quer mais voar

 

Só ruínas sobraram deste paraíso

só o tempo pode trazer o que preciso

eu nunca mais vou tocar nesta ferida

 

Oh vento cruel,  que desfolhou o que não devia

pois meu amor era a coisa mais linda que havia

e eu jamais poderei amar na minha vida.

Alexandre

Exibições: 25

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 2 janeiro 2018 às 20:22

Bonito poema Alexandre.

Comentário de Elías Antonio Almada em 30 dezembro 2017 às 15:02

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço