Agora é outono...
Muitas folhas amarelecidas,
Esparramadas, na terra caídas,
Sol suavizando, clima ameno.

Muitas árvores se despem,
Da sua roupagem amarela,
Numa bela nudez singela,
Natural, que só elas tem.

Nos pomares, quintais e sítios,
Muitas frutas, delicioso alimento,
Para os pássaros o seu sustento,
Saciam-se entre alegres gorjeios.

Assim gira a terra numa eterna mutação,
Seguem-se os dias de outono aqui,
E longe, a primavera se sucede ali,
São sabores e cores em cada estação.

(Sibylla Ignês Steuernagel)

Exibições: 33

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 25 março 2017 às 20:21

P/Sílvia Mota

Adorei a sua presença! E fiquei feliz pelo destaque!

Comentário de Sílvia Mota em 24 março 2017 às 4:53

Comentário de Sibylla Ignês Steuernagel em 23 março 2017 às 14:10

P/Lúcia Cláudia Gama Oliveira

Feliz com a sua presença, agradeço imensamente pelo seu comentário.

Beijos

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira em 23 março 2017 às 6:27

Época de colheita!

Belo poema.

Bjssssss

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço