Pétalas de fogo

 

Ah!

terna flor de sal

que flutua entre os meus dedos

é

na timidez imaterial

que ao teu olhar fico sem jeito

mas

logo eu me deito e adormeço afinal

eu estou deitada  em teu peito.

 

Ah!

pétalas castas e quentes que você solta no ar

caem

em meu ventre enlouquecido

e

trazem o aroma salso do mar

e os teus segredos úmidos ao meu ouvido e que no chão se deixam ficar.

 

Ah! vou

eternizar o teu sorriso em meu pensar

e o teu calor

em meus etéreos seios

que se

decompõem em vastos veios, que dourados

brilham nestes montes calcinados.

Por você

meu doce amado

e

sonhar.

SorrisodeRosas

Exibições: 23

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Geraldo Coelho Zacarias em 28 março 2017 às 22:52

"...vou
eternizar o teu sorriso em meu pensar
e o teu calor
em meus etéreos seios..."

Palavras que as mãos não escrevem; e sim, são ditadas pelo coração!...

Aplausos cara poetisa; aplausos e beijos fraternos.

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço